fbpx
Espero que você goste deste artigo

Se você precisa ir além do conteúdo gratuito, clique aqui.

Como melhorar seu inglês drasticamente usando TED Talks

Author picture
Vânia Paula

Aprender inglês é uma habilidade valiosa e importante para muitas pessoas ao redor do mundo. Além de ser a língua oficial de muitos países, o inglês também é a língua universal da ciência, da tecnologia e dos negócios. Por isso, é fundamental que as pessoas tenham uma boa compreensão do idioma para poder participar ativamente dessas áreas e alcançar seus objetivos.

As palestras TED são uma ótima maneira de melhorar as habilidades de inglês, pois oferecem aos estudantes a oportunidade de ouvir falantes nativos de inglês.

Além disso, as palestras TED cobrem uma ampla gama de tópicos interessantes, o que significa que os estudantes podem aumentar seu vocabulário ao mesmo tempo em que aprendem sobre assuntos que os motivam.

A seguir, vamos explorar em detalhes os benefícios de usar as palestras TED para aprender inglês, bem como dicas para incorporá-las na rotina de aprendizagem.

História das palestras TED

Palestra TED "Try something new for 30 days", de Matt Cutts
Palestra TED “Try something new for 30 days”, de Matt Cutts

As conferências TED começaram em 1984 como um evento de uma semana para celebrar tecnologia (technology), entretenimento (entertainment) e design (TED). Desde então, o evento cresceu e se tornou uma plataforma global para compartilhar ideias do mundo todo.

As palestras são apresentações curtas, geralmente de 18 minutos ou menos, em que os palestrantes compartilham seus conhecimentos sobre um tópico específico.

Hoje, há milhares de apresentações disponíveis online, cobrindo uma ampla gama de tópicos, desde ciência e tecnologia até artes e humanidades. As palestras TED estão disponíveis em muitos idiomas, incluindo inglês, e há legendas disponíveis em muitos vídeos, o que as torna acessíveis para estudantes de inglês de todos os níveis.

Os benefícios de usar palestras TED para aprender inglês

Usar palestras TED como parte da rotina de aprendizagem de inglês pode ter vários benefícios para os estudantes. Aqui estão três das principais vantagens:

Vocabulário melhorado

As apresentações cobrem uma ampla gama de tópicos interessantes, o que significa que você terá a oportunidade de expandir seu vocabulário em uma variedade de contextos diferentes.

Ao ouvir o inglês sendo falado por falantes nativos e estrangeiros, é possível aprender novas palavras e expressões que podem ser usadas em situações futuras.

Além disso, as legendas permitem ver as palavras escritas ao mesmo tempo em que são escutadas, ajudando a fixar o significado delas.

Melhoria da compreensão auditiva

Ouvir o inglês sendo falado por falantes nativos é uma ótima maneira de melhorar a compreensão auditiva.

Ao assistir essas palestras, é possível ouvir o inglês sendo usado em uma variedade de situações e temas diferentes, o que ajuda a aprimorar sua compreensão do idioma.

Sem contar que as ideias apresentadas são interessantes e informativas, mantendo a motivação para ouvir e a compreender o que está sendo dito.

Aumento da confiança

Ao usar o TED como parte de sua rotina de aprendizagem, você terá a oportunidade de praticar o inglês de uma forma não intimidante.

Ao ouvir o inglês sendo falado por outras pessoas e, eventualmente, repetir o que ouvir, você poderá aumentar sua confiança ao falar o idioma.

Roteiro para melhorar seu inglês com palestras do TED

O passo a passo abaixo está completo, porque ele engloba as 4 habilidades de comunicação em inglês, essenciais para a fluência:

Essa habilidade diz respeito à capacidade de entender o que é falado em inglês, ou seja, a compreensão auditiva do que está sendo dito. 

Quem desenvolve essa habilidade não apenas identifica palavras e frases como também assimila rapidamente o significado delas. A pessoa que tem fluência nessa habilidade consegue escutar e codificar rapidamente o idioma como se estivesse ouvindo em seu idioma materno.

Sem dúvidas, é uma grande aquisição para quem está aprendendo inglês.

Aos que ainda não têm essa habilidade, ouvir uma fala em inglês pode parecer uma grande confusão de sons desconexos. Portanto, é de suma importância treinar essa habilidade de comunicação para que os sons façam sentido e sejam compreendidos claramente.

Com certeza, desenvolver essa habilidade de comunicação é um dos principais desejos da maioria dos estudantes de língua inglesa. 

O Speaking é a capacidade de falar em inglês. Ter uma boa expressão oral é visto por muitos como a maior prova de que uma pessoa possui fluência no idioma. Principalmente, porque é algo que exige o aprendizado de novos fonemas e um vasto vocabulário. 

Conversar em inglês é um dos grandes objetivos de todos os alunos. A maioria acredita que, se consegue falar, já sabe inglês. E é isso que move o aprendizado desta habilidade. 

Desenvolver o Speaking é pronunciar as palavras claramente, de forma compreensível por quem está ouvindo. É aquela sensação de falar em inglês tudo que vier à sua mente, sem hesitação.

A habilidade de comunicação Reading é a que permite ler textos em inglês. É uma das mais almejadas por pessoas que trabalham com documentos escritos no idioma e também por profissionais que lidam com fontes internacionais, que demandam bastante pesquisa em artigos e publicações estrangeiras. 

O Reading basicamente amplifica o acesso ao conhecimento, já que te dá oportunidade de ler artigos e documentos antes mesmo de serem traduzidos. É fundamental para quem trabalha com notícias, por exemplo, ou precisa ter acesso o quanto antes a informações sobre sua área de atuação.

O Writing é a habilidade de comunicação que se refere à escrita em inglês. Isto é, permite que você se expresse no idioma por meio da redação de textos na língua inglesa.

Essa habilidade é bastante importante quando você decide estudar em uma universidade no Exterior e requer bastante treino. Principalmente porque sua primeira apresentação para as universidades estrangeiras será feita por meio da escrita. Para causar aquela boa impressão, é imprescindível conhecer a gramática da língua inglesa para evitar erros e mensagens confusas ou incorretas. 

Erros gramaticais ou palavras escritas incorretamente podem acabar com uma frase, assim como a ordem da sentença pode atrapalhar o entendimento. Cometer esses descuidos na hora de escrever uma das redações exigidas pela universidade, como a sua carta de intenção ou o seu projeto de pesquisa, por exemplo, dificilmente será tolerado. 

O seu inglês só melhorará drasticamente se você estudar as 4 habilidades em conjunto. Portanto, siga a roteiro de estudos abaixo:

  1. Baixe o app TED na sua loja de aplicativos (iOS ou Android)
  2. Na tela inicial, você pode escolher entre as opções:
    • Newest (mais recentes)
    • Trending (mais populares)
    • Most viewed (mais visualizados)
Captura de tela do aplicativo do TED Talks
  1. Você também pode optar por clicar em Discover no rodapé do aplicativo e pesquisar mais detalhadas de acordo com seus interesses (recomendo que você use essa opção).

Nessa pesquisa você consegue filtrar por temas, playlists, palestrantes ou, simplesmente, buscar por um tema na caixa de pesquisa.

Dica: tem um botão ao lado esquerdo See All, ele exibe muito mais resultados.

2ª Captura de tela do aplicativo do TED Talks
  1. Escolha um TED, apenas UM, e salve na sua lista.
  2. Aconselho que você clique no botão para fazer download do episódio e poder assistir mesmo sem Internet.
  3. Assista ao vídeo com legendas em português.
  4. Agora assista ao vídeo com legendas em inglês e anote as palavras que você ainda não sabe o significado (escreva a frase completa para manter o contexto).
  5. Abra o Google Imagens e busque pelas palavras que você escreveu no passo anterior.
  6. Se a imagem não for o suficiente para entender o significado, vamos ao dicionário. Eu sugiro o Cambridge Dictionary. (Esqueça o Google Translate)
  7. Depois que você entendeu o significado, escreva 3 frases de exemplo usando a nova palavra.
  8. Repita o processo para todas as palavras.
  9. Assista novamente ao vídeo com legenda em inglês, agora sem interrupções.
  10. Assista ao vídeo sem legenda, na velocidade 0.75x.
  11. Assista ao vídeo sem legenda, na velocidade 1x.
  12. Baixe o áudio para ouvir esse mesmo vídeo durante 7 dias seguidos (você pode fazer isso enquanto realiza suas atividades diárias).
  13. No 7º dia, feche os olhos e faça um resumo mental de tudo o que você entendeu sobre o tema da palestra; traga imagens para os seus pensamentos, cheiros, cores, texturas, movimentos, sons e sensações.
  14. Abra os olhos e escreva em inglês os principais tópicos da palestra.
  15. Abra o aplicativo de gravador de voz do seu celular e grave em voz alta o que pensou, mesmo que sejam palavras soltas, sem conexão. (Esse é um exercício, o primeiro não será perfeito.)
  16. Agora escolha alguém próximo que você confia ou que também esteja aprendendo inglês. Conte que você assistiu a uma palestra no TED (se quiser, você pode mandar um áudio no WhatsApp), e pontue os seguintes tópicos:
    • Qual era o título da palestra?
    • Qual era o tópico/assunto?
    • Quem foi o palestrante (tem um resumo no TED prontinho para você adaptar)?
    • O que você aprendeu de relevante?
    • O que você concordou sobre o assunto ensinado e por quê?
    • O que você discordou sobre o assunto ensinado e por quê?
  1. Conclua agradecendo ao seu amigo pelo tempo e pergunte: “In order to help my improvement, do you have any question about the subject?

Pronto. Nesses 20 passos, você conseguiu praticar equilibradamente as 4 habilidades de comunicação em inglês, essenciais para ser fluente em inglês.

Alguns dos melhores TED para aprender inglês

Inside the mind of a master procrastinator

Tim Urban sabe que a procrastinação não faz sentido, mas ele nunca conseguiu abandonar o hábito de deixar as coisas para a última hora. Nesta palestra divertida e perspicaz, Urban nos leva a uma jornada pelos excessos no YouTube, investigações sem fim na Wikipedia e momentos em que ficamos olhando pela janela – e nos incentiva a refletir mais sobre o que estamos realmente adiando, antes que seja tarde demais.

The next outbreak? We’re not ready

Em 2014, o mundo evitou um surto global de Ebola, graças a milhares de profissionais de saúde altruístas – e, francamente, a alguma sorte. Em retrospecto, sabemos o que deveríamos ter feito melhor. Portanto, agora é a hora, sugere Bill Gates, de colocar todas as nossas boas ideias em prática, desde o planejamento de cenários até a pesquisa de vacinas e o treinamento de profissionais de saúde. Será que ele já previa algo como o coronavírus?

How to speak so that people want to listen

Já se sentiu como se estivesse falando, mas ninguém estivesse ouvindo? Julian Treasure está aqui para ajudar. Nesta palestra útil, o especialista em som demonstra técnicas de fala poderosa – desde alguns exercícios vocais úteis até dicas sobre como falar com empatia. Uma palestra que pode ajudar o mundo a soar mais bonito.

The secrets of learning a new language

Quer aprender um novo idioma, mas se sente intimidado ou não sabe por onde começar? Segundo Lýdia Machová, você não precisa de nenhum talento especial ou de um “gene do idioma”. Em uma palestra animada e inspiradora, ela revela os segredos dos poliglotas (pessoas que falam vários idiomas) e compartilha quatro princípios para ajudar a desbloquear seu próprio talento linguístico oculto – e se divertir enquanto o faz.

Try something new for 30 days

Há algo que você sempre quis fazer, mas nunca fez? Matt Cutts sugere: Experimente por 30 dias. Esta breve e descontraída palestra oferece uma maneira interessante de pensar sobre como definir e alcançar objetivos.

A funny look at the unintended consequences of technology

A tecnologia deve funcionar para nós, mas o que acontece quando ela não funciona? O comediante Chuck Nice explora as consequências não intencionais do avanço tecnológico e da interação humana – com resultados hilariantes.

Cortes do TED Talk

Tá sem tempo? Assista a cortes de palestras na página do TED no LinkedIn

Dicas para incorporar palestras TED na rotina de aprendizagem

Aqui estão algumas dicas para ajudar os estudantes a incorporar as palestras TED em sua rotina de aprendizagem:

  1. Escolha palestras interessantes: a chave para o sucesso ao usar o TED para aprender inglês é escolher apresentações que sejam interessantes para você. Quanto mais motivado você estiver, mais facilmente se envolverá com o conteúdo e, consequentemente, aprenderá mais.
  2. Comece com apresentações curtas: de início, é uma boa ideia escolher palestras com menos de 15 minutos. Isso permitirá que você se sinta mais confortável e não sobrecarregado. Com a prática, aumente o tempo das palestras conforme seu nível de confiança e habilidade aumentarem.
  3. Anote novos vocabulários: enquanto assiste à apresentação, fique estar atento a qualquer novo vocabulário e anote-o para estudar depois. Isso ajudará a fixar as novas palavras e aumentará seu vocabulário a longo prazo.
  4. Pratique a fala e a escrita: além de ouvir as palestras, é importante que você pratique a fala e a escrita do inglês. Você pode fazer isso escrevendo resumos das palestras, ou discutindo os tópicos com outros colegas (ou um tutor).
  5. Finalmente, é importante lembrar que o uso das palestras TED deve ser apenas uma parte de uma rotina de aprendizagem mais ampla. Portanto, você deve combinar o uso das palestras com outras atividades, como leitura, escrita e conversação, para obter o melhor resultado possível.

Conclusão

As palestras TED são uma excelente maneira de aprender e melhorar o inglês. Com uma ampla gama de tópicos interessantes e palestrantes talentosos, elas podem te ajudar a aumentar seu vocabulário, praticar sua fala e escrita e desenvolver habilidades de compreensão auditiva.

Além disso, com as dicas acima, você pode incorporar o TED em sua rotina de aprendizagem de maneira efetiva e eficiente.

O que vem agora...

Isso que você acabou de ler foi nosso conteúdo gratuito. Espero que tenha sido útil no seu aprendizado.

Agora, se você busca resultados rápidos na evolução do seu inglês, conheça o nosso curso Fluência Descomplicada.

Ele é focado na prática; por isso, disponibiliza ao aluno cinco encontros semanais para treinar conversação em inglês, com duração de 1 hora e meia cada, totalizando 7 horas e meia de conversação por semana.

Se o aluno precisa tirar dúvidas, praticar sobre um tema específico e deseja avaliar sua evolução, ele também pode contar com as aulas individuais exclusivas entre ele e o professor, que ocorrem uma vez por semana com duração de 50 minutos.

Para traçar estratégias para aprender inglês de maneira eficaz, tirando o máximo proveito disso tudo, o aluno também recebe acesso aos encontros de coaching voltado para idiomas.

Por fim, há a área do aluno, com vídeo aulas e material de apoio em uma plataforma de fácil acesso.

Conheça todos os detalhes do curso Fluência Descomplicada.

Gostou das dicas?

Se você acha que este artigo pode ajudar alguém que você conhece, compartilhe-o facilmente por meio de sua escolha

Compartilhe

Quer ir além do conteúdo gratuito do nosso blog?

Você também pode conhecer
o curso Fluência Descomplicada